Receba nossas novidades

Insira o seu endereço de email e receba todas as atualizações do blog!

Enviar

Agende sua aula experimental

Valor de: 5 + 8 =

Conecte-se Conosco

 
Instagram-Blog-de-Daltro-Emerenciano2

Saiba sua quantidade de carboidrato por dia de treino

Na prática clínica do nutricionista, existe uma metodologia de cálculo dos nutrientes, em especial para os macronutrientes. Neste artigo, abordaremos estratégias nutricionais para a modulação da quantidade carboidrato do indivíduo pautado em sua rotina de treinos.

Atualmente, vivemos uma "carbofobia" ou melhor, o medo de comer os alimentos fontes de carboidratos, porém, esse medo é eliminado quando a pessoa passa por um profissional gabaritado que consegue calcular a quantidade justa do nutrientes perante a necessidade individual.

As recomendações de CHO no esporte são variáveis pelo volume e intensidade do esforço. Assim, o ACSM preconiza de 5-8g/kg/dia para atletas. Porémmmmm, muita gente se acha "atleta", mas não treina de forma adequada para "merecer" consumir essas quantidades. Por exemplo: mulher de 60kg x 5g = 300g de CHO por dia, sendo divididos nos diferentes grupos alimentares que contenham o macro, como frutas, cereais, feijão, leite e derivados e também os possíveis suplementos dietéticos.

Para isso, o nutricionista esportivo consegue ajustar as quantidades pelo tipo de treino. Imaginem um indivíduo engajado no treino de força mas que possui um percentual de gordura alto, tipo endomorfo. Se eu calcular a mesma quantidade de CHO por dia sem levar em consideração o treino, posso aumentar a porcentagem de gordura deste indivíduo. A tabela abaixo explica essa técnica da oscilação de carboidrato:

Escrevi este texto para a pessoas entenderem que a dieta é calculada e que os resultados aperecem no controle de todas as variáveis, assim, ficar "cortando" o carboidrato da dieta pode ser prejudicial para seus ganhos de massa muscular e também para rendermos melhor nos treinamentos, pois isso influência direto na queima de gordura durante a após os exercícios. Consulte sempre um nutricionista.

Artigos relacionados

COMO O PILATES PODE AJUDAR NOS DESEQUILÍBRIOS E COMPENSAÇÕES MUSCULARES

DESEQUILIBRIOS E COMPENSAÇÕES MUSCULARES: COMO O PILATES PODE AJUDAR Enquanto...

Publicado em 16/03/2016 Continue Lendo...

Cinco passos iniciais para a reeducação alimentar

Quando falamos de boa forma e saúde, a alimentação apresenta um papel essencial ...

Publicado em 15/12/2014 Continue Lendo...

Treinamento Funcional

O treinamento funcional tem sido muito difundido nos últimos anos na área do c...

Publicado em 10/03/2016 Continue Lendo...